sábado, 29 de dezembro de 2007

da última vez


eu não acredito que vc pela primeira vez

interrompeu o nosso silêncio terapeutico

pra dizer uma coisa tão meiga, tão fofinha

vc realmente me surpreendeu muito

dia 28 de dezembro, no meu quarto, as 17

nunca me esquecerei desses minutinhos.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Fim de ano


Nesse fim de ano eu só quero agradecer

Não tenho nada pra pedir

Quero agradecer eu ter terminado meu segundo curso

Quero agradecer meus pais por terem me ajudado na escolha de tantas coisas relacionadas com a minha nova casa. Também tenho que agradecer cada vinho que nós 2 degustamos com eles, ouvindo Vinícius de Moraes, Toquinho e CIA enquanto risadas e papos políticos rolaram soltos. Ser recebida na casa dos meus pais com compania é sempre muito bom pra compania... e muito melhor pra mim. Fico de cara com o lado anfitrião da minha família. Tenho orgulho disso e espero ter aprendido pra repetir pra sempre.

Quero agradecer aos meus amigos, que me compreenderam e viram cada pedacinho da minha vida mudando, cada minúsculo momento em que a vida estava me controlando porque eu não queria mais controlá-la.

Quero agradecer a Vívian, minha amiga querida, que tantas vezes me procurou para entender cada passo, cada atitude, para me aconselhar, para me corrigir, para me abraçar, e pra me provar que seu amor é independente, que mesmo que eu faça algo errado, nada põe em jogo os nossos corações... seu abraço é uma das coisas do orkut "sem as quais não consigo viver"

Quero agradecer a Tutty por ter transformado cada minuto incômodo em algo divertido, como um grito, xingamentos ao vento, mensagens pro céu, por ter montado estratégias engraçadíssimas pra cada desconforto ser banido. Até cada um ser banido. Adorei cada minuto e sei que vc se preocupou, mas olha só como tudo mudou, olha como as coisas estão agora. Valeu a pena, Tutty. A tempestade foi embora já tem muito tempo, numa história que começou há 9 meses (ou uma gravidez), a calmaria chegou até mais rápido do que eu previ.

Quero agradecer a Jana, por me mostrar que a loucura deve ser respeitada como uma fase ou não, isso não importa, loucura é loucura e todos nós em algum momento somos loucos. Obrigada, Jana por insistir nisso. O respeito finalmente chegou. A compaixão. E eu devo isso a você.

Obrigada Pata, por sentar comigo algumas vezes com o melhor ouvido de todos e ouvir, ouvir, ouvir, me agüentar com raiva, me agüentar com ódio, com tristeza e feliz também. Sei que não sou uma pessoa fácil, mas vc parece que se adaptou muito bem aos meus defeitos. Me conforta tanto saber que vc chegou pra ficar mesmo na minha vida...
Obrigada Gaspa e Jethro Tull por estreitarem laços muito "agradáveis, confortáveis e saborosos", agora minha vida tem mais música do que as vidas que gorjeiam por lá. Tantas lembranças em tão pouco tempo me fazem comer muito peixe pra eu ter boa memória e não correr risco de esquecer nada.

Obrigada Vô, por me receber com tanto carinho, nessa cidade maravilhosa que Recife é, obrigaada por tudo, pelo colo, pelas infinitas risadas. Você é o melhor vô que eu podia ter, vc é até viciado em msn, como eu! =)

Obrigada Quincas por sair out of nowhere quando vc sabe que eu preciso. Você me mima demais, devia parar com isso, eu estou mal acostumada e fico esperando que outras criaturas me mimem também...

Obrigada ao FORUM como um todo, por tudo, por sempre.

Obrigada a Escola de Línguas da UNB por segurar minha barra financeira muito bem no último semestre, foi bom trabalhar com os livros que há muito eu não trabalhava.

Obrigada aos meus alunos particulares, aprendi demais com cada um e espero ter ajudado em algo, crescer meu coração foi a melhor coisa que vcs podiam ter feito por mim.

2007 - de carro novo, de kitinete nova, de emprego novo, de amigos velhos, e de amigos novos tb... e finalmente com o coração restaurado, depois de muita dor, muito sofrimento.

Obrigada a vc, meu companheiro de todas as aventuras... por colar cada pedacinho, pelas palavras de força, por acreditar em mim, por ficar muito feliz a cada conquista minha e demonstrar isso gritando como um louco, obrigada por cada viagem, obrigada por cada céu estrelado, obrigada por cada caminhãozinho, obrigada por cada pôr de sol lindo e profundo, obrigada por cada conversa, obrigada por me questionar em relação as minhas crenças, obrigada por abrir minha cabeça em relação a tantos assuntos, obrigada por visitar comigo mais de 9347076 kitinetes, obrigada por me ajudar a escolher a melhor de todas, obrigada pelos abajures que vc ta fazendo pra mim: brincar de cortar cana no bambuzal é muito divertido. Obrigada por me fazer esquecer dos problemas cotidianos cantando e tocando pra mim, obrigada pelas ligações de madrugada, pelas comidas que vc faz, por sempre querer saber se eu to com sono, com frio, com sede, com calor, com fome, com dor. E obrigada por me abrigar em tantos fins de semana na sua linda casa, onde comemos alfaces no pé, assim como tomates e as suas comidas voadoras. Ah! E muito obrigada por cada presente de Natal, acho que estou usando cada um deles muito freqüentemente... Você não deixa eu dizer que o mérito é seu, mas eu me encontrei muito bem esse ano e eu sei que vc tem uma boa parcela de culpa nisso. Você me estimula a fazer o que é necessário, você me estimula a não ver as coisas que atrapalham nossos banhos no lago como coisas ruins, vc planeja as viagens mais malucas, vc fala as coisas mais legais. Como não gostar de vc? =*

Não consigo pensar em nada pra pedir, mas se a saúde de todos puder permanecer e também a alegria... fechou! 2007, vc curou 2006 em tudo o que necessitava de cura. E eu to muito satisfeita com isso.


Eu tava pensando no que é melhor.

Me vieram muitas coisas na cabeça.

Pensei no que é pior.

Certa vez me disseram o que é pior.

O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VER.

mas não é verdade.

O PIOR CEGO É AQUELE QUE NUNCA QUIS VER E NÃO VAI QUERER VER NUNCA...

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

loving hands


junto-junto

eu junto,

junto tudo.

tudo junto

você junta?

se tá espalhado, eu junto;

se tá organizado, vc junta;

nossas juntas já andam cansadas, mesmo juntas

com essa mudança de endereço,

com essa junção de travesseiros...

e meu coração que tava espalhado

agora tem seus pedaços juntos, mas tão juntos,

que nem uma junta médica pode explicar o que houve

que bom que é espalhar e juntar, junto.
(Nina Ridd 12/2007)

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

falta pouco


falta pouco pras luzes

falta pouco pro cheirinho de tinta

falta pouco pra mobília inusitada

falta pouco pra corrente de ar puro

falta pouco pra chave do parque

falta pouco pro bicicletário

falta pouco pro aluguel

falta pouco pro condomínio

falta pouco pro IPTU

falta pouco pra sorrisos inesquecíveis

falta pouco pra realização de um sonho

falta pouco

mas quanto menos falta, mais demora a passar.

domingo, 9 de dezembro de 2007

back home


mesmo a gente morando na mesma cidade...

estando sempre pertinho todos os dias...

é tão triste voltar pra casa domingo de noite...

descansando...


pax de espírito, paz no coração,

descansando a cabeça e todo o resto...

no melhor lugar para esse exato momento,

as aves que aqui gorgeiam,

não gorgeiam como na asa sul,

definitivamente não.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

impressionada


terapia pra neguinho!!!

serio mesmo...

me assusta vegetar uma vida,

mas vegetar uma vida que nao eh sua

me assusta ainda mais.

arg! repulsao!

ainda bem que nunca passei por isso