quarta-feira, 13 de abril de 2016

Ano novo, casa nova, vida nova

2016 chegou rápido demais e logo que ele entrou,
lá estávamos nós, no RJ, curtindo a vida adoidado,
foi lindo ver o encontro das famílias e poder ver
minha pequena fazendo parte de tudo... inesquecível.
Depois veio o carnaval e fomos todos juntos a nada
mais, nada menos do que 8 blocos de rua, se isso não
foi compensar o carnaval no hospital de 2015 quando
a baby nasceu, então, eu não sei mais... HAHAHA!
Depois na louca compramos passagens da promoção
de Páscoa, faltando um mês pra gente se mudar de casa.
Fomos pra Maceió no impulso e foi muito divertido.

(Maceió 2016)

Início do ano com semestre novo, de volta finalmente
à carga de trabalho habitual, fazendo natação de bebê 2
vezes por semana com minha florzinha, e de repente...
pimba! A casa que a gente sonhava foi colocada pra
jogo e a gente simplesmente se apressou e mudou.

(casa nova)
Eu sou cria de apartamento e essa é a minha primeira
vivência numa casa, ainda não estou pronta pra falar
sobre isso com naturalidade, ainda to na fase do mais
completo deslumbre, só sensação e nenhum raciocínio
lógico.


Nossa casa nova tem uma mini mata, temos amigos
que sempre vêm nos visitar: miquinhos, saruês, sabiás,
da terra e do campo, sanhaçus, baianos, muitos bichinhos.
Nosso cãozinho está no paraíso e nossa neném aprendendo
a explorar tudo, um pouco mais de cada vez.



Eu estou me sentindo viajando, quando chego em casa,
parece que não é minha casa, parece que vou ter que ir
embora a qualquer momento, então a mensagem que meu
cérebro manda pro meu corpo é: APROVEITE TUDO A
TODA HORA. Enfim, to só obedecendo, mas ainda não
consigo falar de tudo o que sinto, ta tudo desordenado
e eu to na fase do deguste, do deleite... como se fosse só
mais uma viagem.....


(slingando no jardim de noite na casa nova)