quarta-feira, 22 de julho de 2009

entre ferro e fogo


um email inesperado de uma guru querida

um convite, uma sugestão, uma expressão de saudade

reviram em mim uma série de sensações,

um baú de amores fogosos e mágoas recentes, mas vivas:

amor e ódio - por mais cliché que isso seja


to totalmente maluca a respeito desse evento

e também do que aconteceu por conseguinte

uma visita ao lugar de cheiro conhecido

e ares de andorinha, um chão feio e largo

paredes e teto detestáveis, mas me choco com muitas mudanças internas


um abraço, apertado, aconchegante, perfumado

e aquele sotaque intrigante me provoca


"tem de voltar Dona Nina Ridd, e pode ser esse semestre"


agosto ta aí, e eu tenho até o dia 11 pra me decidir.

acho que vou enlouquecer, não estou bem resolvida!

mesmo com todos os argumentos da chilena,

mesmo ela metendo a mão dentro do meu tórax,

arrancando meu ego com as mãos escorrendo sangue e estrelinhas,

colocando ele numa massagem, e depois num pedestal


.:memórias, medos, encontros, desencontros, reencontros:.


::raiva, frustração, choro de alegria, medo de acabar gostando::


volto pra casa, incentivo por parte do amorzão, beijos, abraços, força...

mais uma vez o ego arrancado e dessa vez lambido e acariciado,

como se ele fosse a última cereja do sundae, a última coca-cola.


mil planos na cabeça, quando resolvo o que fazer com a minha vida...

chega um trator e detona tudo, mostrando uma opção que não estava no menu.

edital impresso, 4 correntinhas, uma lista negra de monstros do RPG

prontinhos pra me devorar e eu sei que vou adorar

nada como um desafio considerado impossível pra me deixar com gana, fome e

vontade de me testar.


é uma escolha entre me preparar esperando anos pra uma coisa gigantesca,

ou não esperar nada para simplesmente fazer uma coisa normalzinha, mas gostosa.


mil coisas pra resolver antes de decidir o final dessa história:

esperar o resultado de uma prova daqui a uns diazinhos

falar com meu chefe e minha chefa (sim, agora são 2) a respeito do BIGDELTA.

e dos cursinhos à la RJ e mais...


calcular gastos e despesas... organizar meu tempo, uma das maiores dificuldades de mi vida

oh, bugger... to com um frio na barriga, mas to me sentindo tão bem com isso...


como quando um romance meu começou, era um desafio me manter desconectada num mundo de mulheres dele e homens meus... e era ruim às vezes, quando dava raiva,

mas era bom quando eu via o meu poder e a minha vontade acima de qualquer outra força.


let's test that "bandida's power" again.