sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

vai ser doce assim lá na minha casa...


Jaboticaba - teu olhar noturno
Beijo travoso de umbú cajá
Pele macia é carne de cajú
Saliva doce, doce mel, mel de uruçu

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

toca pra mim a belle, benzinho


Eu lembro da moça bonita da praia de Boa Viagem

E a moça no meio da tarde de um domingo azul

Azul era a "Belle", "Du Jour" era a bela da tarde

Seus olhos azuis com a tarde, na tarde de um domingo azul

La Belle du Jour


Belle du Jour, ô, ô, Belle du Jour


La Belle du Jour era a moça mais linda de toda a cidade

E foi justamente pra ela que eu escrevi o meu primeiro blue

Mas Belle du Jour no azul viajava

Seus olhos azuis com a tarde, na tarde de um domingo azul

La Belle du Jour

me abandonou no trabalho


você acabou de me deixar no trabalho,
foi embora pra nossa casa... droga!
ai, meu deus, eu te acordo,
fico te vendo ressonar.
isso me traz uma paz...
é uma alegria tão grande acordar
mesmo que seja cedinho, como foi hoje.
ver vc de olhinhos fechados
me falando bom dia se contorcendo...
hoje fizemos tanta coisa!!!
várias vezes te disse que vc não precisava vir.
vc quis porque quis vir comigo.
me ajudou na concessionária,
na rodoviária, no negócio da segunda via,
na claro de novo, no procon...
em todos os lugares insuportáveis.
e ainda por cima pagou a conta do restaurante???
assim não dá!!! me dê um motivo ao menos para reclamar
PELO AMOR DE DEUS!!!!!!!!!!!!!
OH, DEAR, YOU REALLY ARE MY SUPERMAN, AREN'T YOU?

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

correria


com tantas turminhas

com tantas reuniões

com tanto trabalho

nem dá tempo de curtir

as coisas que importam na vida

tanto quanto eu curtia nessas férias

ou no semestre passado

eu trabalhava menos horas

mas agora preciso de mais grana...

não tenho mais tanto tempo livre

e isso causa abstinência forte

mas foi o caminho que escolhi

sair de casa e aliviar as contas dos meus pais.

independência tem preço,

e eu to pagando meio caro

que saudade das overdoses de coisas lindas!

agora elas só acontecem nos fins de semana.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

eros me flechou...




já era, eros mirou...


e acertou em cheio.


meu coração sangrou um pouco,


mas logo sugou a flecha.


eglobando-a, continuou a bater


sempre lento, sempre ritmado


e agora vive com essa lança acoplada em suas fibras


pulsa como nunca


pulsa mais forte


com um quê alegre a mais


pulsa dançante


pulsa batucando


pulsa deliciosamente


com muito mais ânimo


com mais emoção ainda


e eu que pensei que isso não era possível...

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

viagem


mais um sonho


mais um itinerário


mais uma doce lembrança


mais dias lindos e em câmera lenta


mais mais mais mais mais mais mais mais mais

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

oh, boy!


... e finalmente ela ouviu o que não esperava,

o que achou que nunca sairia daquela boca...

e lacrimejou de amor.